CONECTE-SE CONOSCO

Notícias da TV

No Roda Viva, Glenn Greenwald comenta sobre o Lava Jato: “me arrependo de ter apoiado”

Publicado há

em

Glenn Greenwald foi o convidado o Roda Viva na segunda-feira, 2 (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Glenn Greenwald foi o convidado o Roda Viva na segunda-feira, 2 (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Durante o programa, Glenn alfinetou Moro e Dallagnol, não relevou as fontes do The Intercept e disse que investigação contra seu marido é uma tentativa de intimidá-lo.

Em entrevista a jornalistas do programa “Roda Viva”, da TV Cultura, na segunda-feira, 2, Glenn Greenwald, editor do site The Intercept Brasil, reafirmou, diante da insistência dos entrevistadores, que as mensagens entre procuradores do Ministério Público Federal (MPF) e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, que vêm desvendando a nuance parcial e política da operação Lava Jato, são autênticas.

Desde o início do programa o convidado foi questionado sobre sua opinião a respeito da Operação Lava Jato, Glenn respondeu ter apoiado a ação da Polícia Federal, mas se arrepende.

“Me arrependo de ter apoiado. No passado, inclusive, eu era atacado pela esquerda por apoiá-los. Via vícios na operação, mas achava que seu propósito era importante”, ressaltou.

Glenn Greenwald disse que as investigações abertas contra seu marido, o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), para apurar a prática da chamada “rachadinha” – quando funcionários comissionados devolvem dinheiro ao político que os contrata – no período em que ele era vereador no Rio, conforme noticiado pela revista Época na semana passada, são uma estratégia para intimidar a ambos.
“Exatamente como Sergio Moro tentou abusar de seu poder comandando a Polícia Federal, influenciando o Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras], para primeiramente me investigar, e o Supremo [Tribunal Federal] impediu isso, porque foi uma violação da liberdade de imprensa, como retaliação, agora estão fazendo contra o meu marido. É só isso. Nunca vai ter evidência”, disse Greenwald, ao ser sabatinado.

Glenn Greenwald responde sabatina no programa Roda Viva (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Glenn Greenwald responde sabatina no programa Roda Viva (Foto: Reprodução/TV Cultura)


Ele contou que todo o conteúdo foi analisado por especialistas, inclusive estrangeiros, e que as conversas ainda passaram por análises de outros veículos que estão divulgando a série, como a Veja, a Folha de S. Paulo, o El País, a Agência Pública e o BuzzFeed.
“Esse jogo cínico que Moro e Dallagnol estavam fazendo acabou. Todos sabem que as mensagens são autênticas. Temos um ministro da Justiça e um coordenador da Lava Jato que usavam métodos corruptos não em casos isolados, mas o tempo todo”, afirmou.
Por vários momentos do programa, os jornalistas tentaram “emparedar” Greenwald ao sugerirem que ele não deveria usar de um material obtido de maneira ilícita para fazer as matérias da Vaza Jato. O jornalista, então, lembrou que em todo o mundo democrático as maiores reportagens da história foram feitas baseadas em informações obtidas de forma ilegal, praticamente dando uma aula de jornalismo aos entrevistadores.
“Se você olha o jornalismo do mundo democrático, em boa parte das vezes é baseado em fontes que adquiriram informações de maneira ilícita. O caso do Pentagon Papers foi um exemplo disso, que mostrou que o governo dos EUA estava mentindo sobre a Guerra do Vietnã. Esses documentos foram mandados pela fonte para o The New York Times e hoje ele é um herói. Quando do caso Snowden, ninguém nesse país questionou o fato de que as informações foram adquiridas de maneira ilícita”, disparou Glenn.
Greenwald também negou que tenha pagado qualquer quantia financeira para sua fonte repassar as informações que obteve e também disse que sua equipe não trabalham com estratégia de “timing” para as matérias, mas apenas com apuração jornalística.
Confira à íntegra da entrevista:

Comente com seu Facebook

Advertisement
Clique para comentar

Escreva sua Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Notícias da TV

Marcos Mion passa a perna em Rodrigo Faro na Record, clima pesa e apresentador fica com ciúmes

Publicado há

em

O apresentador Marcos Mion écotado para substituir Gugu Liberato na Record, mas vem gerando ciumeira em Rodrigo Faro (Foto: Reprodução)
O apresentador Marcos Mion écotado para substituir Gugu Liberato na Record, mas vem gerando ciumeira em Rodrigo Faro (Foto: Reprodução)

O falecimento de Gugu não criou só uma guerra entre os familiares do apresentador, mas também nos bastidores da Record. Marcos Mion e Rodrigo Faro estariam se estranhando por uma das vagas deixadas por Gugu, que apresentava o Power Couple e o Canta Comigo.

Segundo o jornalista Rafael Pessina, do programa Melhor da Tarde com Catia Fonseca na Band, Marcos Mion virou o novo queridinho dos diretores da Record, que pensam em dar a vaga para ele. Mion já apresenta o reality show A Fazenda, sempre no segundo semestre do ano.

Na Record, Rodrigo Faro segue em má fase de audiência, perdendo todas as semanas para a apresentadora Eliana, do SBT. Também está com ciúmes de Marcos Mion na Record (Foto: Reprodução)
Na Record, Rodrigo Faro segue em má fase de audiência, perdendo todas as semanas para a apresentadora Eliana, do SBT. Também está com ciúmes de Marcos Mion na Record (Foto: Reprodução)

Rodrigo Faro também é cotado para a vaga, mas a direção o quer totalmente voltado para o dominical Hora do Faro, que vem perdendo há meses no ibope para Eliana, do SBT. Porém, o apresentador não gostou de saber que é o ‘plano B’ do canal paulista.

Rodrigo Faro está enciumado com a pretensão da Record em colocar Marcos Mion no comando do Power Couple. Faro acredita ser o substituto natural de Gugu, já que foi ele quem o substituiu também aos domingos.

A direção da Record não vê assim. Como Rodrigo Faro aparece o ano todo na TV e Marcos Mion não, a intenção é não mexer com o primeiro e deixá-lo apenas aos domingos. Faro, no entanto, quer porque quer a vaga. Correndo por fora está Luciano Gimenez, que também pode substituir Gugu na Record.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Yudi recusa substituir Silvia Abravanel no SBT e opina sobre polêmica: “Ela não podia ter feito isso no ar”

Publicado há

em

Yudi Tamashiro falou sobre a possível volta para o Bom Dia & Cia no SBT, substituindo Silvia Abravanel (Crédito: Repordução)
Yudi Tamashiro falou sobre a possível volta para o Bom Dia & Cia no SBT, substituindo Silvia Abravanel (Crédito: Reprodução)

Silvia Abravanel se envolveu em uma grande polêmica na semana passada e acusada de assédio moral ao chamar funcionários para frente das câmeras ao vivo no SBT, durante o Bom Dia & Cia. Yudi Tamashiro, que apresentou o programa infantil durante anos, falou sobre a polêmica.

Em conversa com o jornalista Rafael Pessina, do programa Melhor da Tarde com Catia Fonseca na Band, Yudi disse que Silvia Abravanel agiu com naturalidade, alegando que todos ali estão juntos há muitos anos e se tratam como uma família, mas condenou as falas da ex-diretora.

Silvia Abravanel pediu demissão do SBT após piti e virou piada na internet (Crédito: Reprodução)
Silvia Abravanel pediu demissão do SBT após piti e virou piada na internet (Crédito: Reprodução)

“Ela tratou como piada [a situação], mas não podia ter feito isso no ar”, falou o também dançarino. Yudi também foi questionado se aceitaria voltar a apresentar o Bom Dia & Cia, agora substituindo Silvia Abravanel. O apresentador foi categórico na resposta dada.

“Não me vejo apresentado o Bom Dia & Cia naquele formato, mas se fosse um programa voltado mais para os jovens seria mais fácil e faria sentido [sobre a sua idade e atual momento na carreira]. Fiquei feliz em ser lembrado”, respondeu Yudi. Ao lado de Priscilla Alcântara, o apresentador comandou o infantil durante 7 anos.

Globo estuda Eliana como possível substituta de Luciano Huck

Sem nenhuma passagem pela Globo nos quase 30 anos de carreira como apresentadora, Eliana pode estar na mira da emissora caso Luciano Huck aceite enveredar para a política e abandonar as tardes de sábado do canal carioca. A decisão não deve demorar a ser tomada por Huck.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Luciana Gimenez entra na mira da Record para apresentar programa e revela se deixará a RedeTV

Publicado há

em

A apresentadora Luciana Gimenez pode deixar a RedeTV após quase duas décadas e migrar para a Record (Foto: Reprodução)
A apresentadora Luciana Gimenez pode deixar a RedeTV após quase duas décadas e migrar para a Record (Foto: Reprodução)

Há 19 anos comandando o programa SuperPop na RedeTV, Luciana Gimenez pode trocar de emissora em 2020. Uma das principais audiências da emissora diariamente com o programa noturno, além do programa de entrevista Luciana By Night, Gimenez está na mira da Record.

Segundo o colunista Rafael Pessina, do programa Melhor da Tarde da RedeTV, Luciana Gimenez é uma das cotadas para comandar a nova temporada do Power Couple, programa que era apresentado por Gugu Liberato na Record.

A apresentadora Luciana Gimenez é cotada para substituir Gugu Liberato na Record. Será que ela vai sair da RedeTV? (Foto: Reprodução)
A apresentadora Luciana Gimenez é cotada para substituir Gugu Liberato na Record. Será que ela vai sair da RedeTV? (Foto: Reprodução)

Em conversa com Pessina, Luciana Gimenez não disse nem que sim e nem que não, deixando no ar uma possível saída da RedeTV. “Eu sou uma profissional e a gente sempre conversa sobre tudo. Sempre fui direita com a RedeTV, nunca me proibiram de ouvir propostas, mas já recebi muitas e não sai”, alegou a apresentadora.

Gimenez, no entanto, garantiu estar arrependida de não ter trocado a RedeTV pela ABC na década de 2000. “É simplesmente a maior emissora do mundo. Me arrependi muito. Do jeito que eu sou sortuda outras coisas boas virão”, concluiu a apresentadora. Marcos Mion e Rodrigo Faro também disputam a vaga pelo comando do Power Couple na Record.

Sonia Abrão pode perder programa

As informações que circulam é de que o programa vespertino pode perder espaço na RedeTV. O desgaste das últimas semanas está contando bastante para um possível fim. Leo Dias já teria sido chamado para colocar novo programa de fofocas no ar, batendo de frente com o Fofocalizando, programa em que ele participou nos últimos anos.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

⚡EM ALTA